Dominando comandos no Terminal do Fedora e Mageia

Dominando o terminal no Fedora e Mageia

O Fedora é um sistema incrível, que tem atraído cada vez mais usuários no Brasil. Fiquei surpreso quando me deparei com uma matéria recentemente no Olhar Digital abordando sobre o sistema. Mas quem chega ao Fedora seja vindo de outra distribuição Linux ou seja vindo do Windows ou MacOS, precisa se familiarizar com os novos comandos. Tudo bem que pode acontecer de você colocar um sudo apt ou um sudo zypper sem querer no terminal no inicio e depois notar, caramba não vai funcionar nunca, estou no Fedora rsrs. Por isso a necessidade de conhecer alguns comando básicos que vão lhe ajudar no uso e customização do sistema, para que você consiga extrair o máximo do sistema em conjunto com seu hardware para o ramo que você precisar para trabalhar ou para simplesmente se divertir.

O Fedora a partir da versão 18 passou a ter o dnf como gerenciador de pacotes de teste, e a partir da versão 22 ele se tornou o padrão do sistema.O Mageia a partir da versão 6 também trouxe o dnf no sistema, portanto esse tutorial acaba abraçando os dois sistemas.

Agora vamos a alguns comandos que vai nos ajudar muito na utilização do sistema:

sudo dnf check-update (verifica se há atualizações)
sudo dnf update (atualiza o sistema)
sudo dnf list installed (lista pacotes instalados) sudo dnf grouplist (lista todos grupos de pacotes)
sudo dnf –version (verifica a versão do dnf) sudo dnf repolist all (verifica a todos repositórios habilitados ou não) sudo dnf list available (lista pacotes disponíveis) sudo dnf install nome-do-programa (para instalação de programas) sudo dnf remove nome-do-programa (para desinstalação de programas) sudo dnf autoremove (remove pacotes órfãos) sudo dnf history (lista comando utilizados recentemente) sudo dnf distro-sync (sincroniza os pacotes com as versões mais estáveis dos repositórios)

No Fedora não adianta também tentar instalar programas com formato exe ou .deb, apesar dos formatos flatpack, snap e AppImage estarem ai pra mudar a forma que instalamos os programas, simplificando o mesmo, no Fedora temos os formatos rpm, que são os Red Hat Package Manager, que funcionam também em outras distribuições como OpenSUSE e Mageia. Normalmente você vai conseguir instalar com o clique Install, pois vai abrir diretamente na Gnome Software. Mas existem casos que você vai precisar executar pelo terminal devido a algumas dependências necessárias.

Para instalar um pacote terminado em rpm pelo terminal você precisa utilizar os seguintes comandos:

sudo rpm -i nome-do-programa.rpm (instala o programa que está no pacote rpm em questão) sudo rpm -ivh nome-do-programa.rpm (busca as dependências e instala o programa que está no pacote rpm em questão)

Quando instalamos esses programas, as vezes temos problemas nas próximas atualizações Fedora, seja por um pacote que quebrou ou por erros diversos no sistema. Já me deparei com esse erro diversas vezes e nesse momento, existe um comando que pode ajudar muito, cruze os dedos e rode o seguinte comando:

sudo rpm -qa | grep rpmfusion (lista repositórios conflitantes)

Se der tudo certo, você não vai precisar formatar sua maquina, basta remover os repositórios conflitantes, e para isso pode utilizar o dnfdragora.

Se você ja utilizou outro comando sem ser os listados acima, para corrigir algum problema no seu Fedora, deixe aqui no comentário com sua experiência e o comando, pois o mesmo pode integrar atualizações futuras da matéria.

2 comentários

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s