O dia que a Apple ja se aventurou no mercado de impressoras

Mercado de impressoras da Apple

Através dessa matéria venho abordar sobre quando a Apple se aventurou no mercado de impressoras. Como afirmou Steve Jobs, sendo a maior de seu ramo durante alguns anos, até ser ultrapassada pela HP.

Primeiras Impressoras

Em 1984 a Apple se aventurou no ramo de impressoras, lançando em parceria com o Lotus a LaserWriter, sendo essa a primeira grande impressora projetada pela Apple a usar a nova linguagem de design da snow white criada pela Frogdesign . Isso também começou uma mudança da cor bege que caracterizava os produtos Apple e Macintosh até aquele momento, usando a mesma cor esbranquiçada e brilhante, introduzida pela primeira vez com a Apple IIc e a Apple Scribe Printer 8 meses antes.

A LaserWriter chegou ao mercado custando US $ 6.995, e fazia parte de uma iniciativa de marketing da Apple lançada em 1985, batizada como “Macintosh Office”, que envolvia a nova tecnologia de rede chamada AppleTalk, a impressora, um servidor de arquivos e uma estação de trabalho UNIX de ponta. Os críticos logo consideraram a campanha do Macintosh Office um fracasso porque a Apple continuava atrasando o servidor de arquivos e a estação de trabalho, que por fim não chegaram ao mercado.

A Apple interrompeu a campanha do Office no final de 1985, e os críticos logo esqueceram o episódio. No entanto, dois componentes de escritório – AppleTalk e LaserWriter – sobreviveram e se tornaram produtos de sucesso.

Para o mundo designer gráfico, em 1985 o Macintosh já representava um avanço incrível na maneira como se podia manipular dinamicamente gráficos e textos. Contudo, sem um meio, uma forma de transformar esses designs em algo impresso, o Macintosh sozinho poderia ser considerado um brinquedo sofisticado apenas, com poucas aplicações de design no mundo real. O Apple ImageWriter, uma impressora matricial lançada em 1984, fez um trabalho impressionante colocando os gráficos da tela do Mac no papel. No entanto, a saída imperfeita do ImageWriter, embora excepcional para a época, nunca poderia passar para a tipografia profissional. Devido a tais problemas, a impressora LaserWriter, que permitiu ao usuário imprimir tipografia em uma enorme variedade de tamanhos de pontos, de pequeno a grande, em quatro fontes profissionais. Independentemente do tamanho da fonte, o texto saia nítido no papel. Além disso, o LaserWriter podia produzir curvas perfeitas, linhas e trabalhos de arte em meios-tons em qualquer lugar da página impressa, e em qualquer tamanho.

Pela primeira vez, um designer podia simular uma página completa de texto e gráficos em um computador e, em seguida, produzir uma cópia profissional rápida, sem custos significativos. Isso não era algo tão simples pra época, e a Apple tornou isso possível.

Ultimas impressoras

A ultima impressora lançada pela Apple foi LaserWriter 8500 em 1997, um momento que Steve Jobs havia acabado de retornar para a empresa, e estava reorganizando a casa. Pois a Apple esteve perto da falência alguns meses antes. Nesse momento perceberam que o lucro quanto as impressoras não está na venda das mesmas, e sim no fornecimento de cartuchos e tinta. Coisa que a Apple nunca se preocupou em produzir e nem iria se preocupar. Até porque o principal motivo da mesma ter se lançado no mercado de impressoras, era garantir que o seu Macintosh teria impressoras de qualidade para esboçar o trabalho artístico que nele fosse produzido. A empresa começou a reduzir suas equipes de impressoras ao máximo que pode.

Em 1999 a Apple parou de produzir impressoras, compreendendo que esse mercado não era o pretendido pela companhia, além de não lhe ser lucrativo. Pensando nos dias atuais, onde procura-se eliminar ao máximo o uso de papeis, e quase tudo esta sendo mantido em meio digital, é de se duvidar que a gigante de Cupertino venha se lançar novamente nesse nixo de mercado.

E você, já possuiu ou utilizou uma impressora da Apple? Deixe aqui o seu comentário.

Acompanhe o vídeo do canal com um entrevista de Steve Jobs falando sobre o assunto:

Fontes: Macworld 1, Macworld 2

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s