Curiosidade para usar Linux? Mas por onde começar?

Seja buscando um sistema mais rápido, seguro, mais customizável, querendo fugir da pirataria ou de pagar licenças caras, ou até mesmo apenas como desafio, quando surge a curiosidade em alguém sobre os sistemas Linux, logo surgem diversas questões, e por onde começar é uma das primeiras que depois vem seguidas de como instalar, como usar, quais programas existem para Linux, entre outras.

Primeiro, quando ouvimos falar sobre Linux pela primeira vez e ficamos curiosos para saber mais sobre isso, resolvemos pesquisar um pouco a respeito. E nessa etapa, é muito provável que você se depare com o nome Ubuntu, e muitos começam a achar que Linux é Ubuntu, Ubuntu é Linux e ponto final, mas não é totalmente por aí.

O que é Linux?

Para os que não possuem muito conhecimento em informática, não são da área mas já conseguiram formatar sua máquina com Windows, e estão querendo saber realmente o que é Linux, o que posso dizer resumidamente, é que o Linux se trata de um Kernel, fazendo uma analogia em simples, podemos comparar um sistema Operacional a um carro, e o Kernel é como se fosse o motor do mesmo, mas existe toda uma camada por cima. É claro que no caso do Linux, estamos falando de códigos, algo que não é tão palpável assim como o motor de um carro, mas ele está ali dentro do sistema, sendo parte importantíssima, para que o mesmo funcione. Assim como os outros sistemas também possuem seu Kernel. Como no caso do Windows que possui o Kernel DOS, e a Apple que possui o Kernel Darwin, que por cima carregam outras partes do sistema. Mas a parte mais visível para todos nós é a interface gráfica, que resumidamente são os ícones, programas, área de trabalho e por ai vai, que no caso da Apple é a Aqua, mais conhecida por aquele Dock na parte inferior, e no Windows temos a Metro Gui usada nas versões 8 e 8.1 e também na versão do Windows Phone, se caracterizando pelas Tiles, além da Aero já utilizada no Windows Vista, XP, 7 e de volta na versão 10 do sistema, caracteriza pelo menu iniciar e a área de trabalho cheia de ícones.

Já no Linux a coisa muda quando falamos de interface gráfica, pois temos várias disponíveis, algumas que lembram um pouco a do Windows e a do Mac, e outras com identidade próprias, bem diferentes, deixando a cargo do usuário escolher como quer que o seu sistema se apresente. Além do mais, como o Linux se trata apenas de um Kernel, toda a construção por cima, cria diversos outros sistemas Operacionais que possuem as vezes apenas o Kernel e algumas poucas características em comum. Tais sistemas derivados do Kernel Linux, são conhecidos como distribuições, na qual temos como exemplo: Debian, Ubuntu, Fedora, Opensuse, ZorinOS e a lista não para por aqui, esses são apenas alguns exemplos de sistemas baseados no Kernel Linux.

Interfaces gráficas do Linux

Resolvi testar o Linux como faço?

Primeiro de tudo, após essa decisão é escolher qual sistema testar, e tem uma matéria aqui no Portal pontuando os sistemas que são boas opções para substituir o Windows 7, na qual pode lhe ajudar na escolha.

Uns dizem que a melhor coisa a se fazer após decidir qual sistema, é testar o mesmo em uma máquina virtual, para isso, basta que você baixe um programa como o Virtualbox por exemplo e proceda com a instalação do mesmo para teste. No meu caso, eu preferi um dual boot, na primeira vez que testei o Linux. Mas existem aqueles que preferem já instalar o sistema por inteiro em uma máquina. Para ambos os casos, o próximo passo será criar um pendrive bootavel com o sistema que você escolheu e fez o download, e para isso segue outra matéria aqui do Portal, ensinando como criar um pendrive bootavel com Linux.

Como instalar o Linux?

Depois de ter escolhido o sistema, feito o Download e ter criando o pendrive bootavel ou estar com o programa de virtualização pronto para a instalação, agora vai depender do sistema que você escolheu, mas normalmente os mais fáceis possuem um método automático de instalação, na qual você só terá que mostrar a unidade onde o sistema será instalado, e dar um ok ou ciente quanto a formatação do mesmo, no caso do Ubuntu e Linux Mint, eles facilitam na diminuição da partição caso você deseje fazer um dualboot, ou já permitem selecionar o local para instalação, e eles particionam sem a necessidade que você conheça sobre esse assunto.

Instalação do Linux Ubuntu

Para conhecimento raso sobre o asaunto lhe adianto que o Linux trabalha com 4 partições básicas, uma partição de boot, uma para swap (ambas normalmente com um giga pra cada), uma root ou raiz que se trata de onde será instalado o sistema, variando de acordo com o tamanho do seu HD ou SSD (eu costumo deixar entre 35 e 50 gigas para essa partição e nunca tive problemas), e a partição Home, lugar onde ficara os seus arquivos, fotos, videos, musicas entre outros, onde deixo a outra parte que ainda resta do armazenamento disponível. É claro que se você for instalar numa maquina virtual para testes com 30 gigas por exemplo, seu sistema deve ficar com 1G para boot, 1G para swap, 5 ou para / (raiz) e o restante dos 23 gigas para a Home.

Quando instalar o sistema, vai ter que criar um usuário e uma senha, e então você vai se deparar com a interface gráfica do sistema escolhido no momento do download. Então procure a loja de aplicativos para baixar os programas que você vai precisar, e aproveite para atualizar o seu sistema. Esses passos serão diferentes de acordo com o sistema escolhido, mas você vai encontrar diversos tutoriais na internet ensinando diversas coisas sobre o sistema que escolheu.

Caso tenha alguma dúvida sobre qual sistema escolher, ou algum passo quanto a instalação, ou se seu hardware vai funcionar direito, deixe um comentário. Mas caso tenha lido essa matéria pela rede social, peço que comente aqui pelo Portal, e não pelo Facebook ou Twitter, pois por aqui fica mais fácil e rápido de visualizar e responder a sua questão do que pelas redes sociais, que ficam inundadas de curtidas e comentários, deixando quase inviável a resposta em muitos casos, pela chuva desenfreada de notificações.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s